Scherazade e a palavra absolutamente imperiosa – a terapêutica dos contos nas mil e uma noites

CoordenaçãoJuliana Franklin
TipoPresencial
Data19/10/2019
Horário9h às 13h
PriceFree
Buy NowBook Now

Data: 19/10
Horário: 9h às 13h

Professoras: Ana Gibson e Juliana Franklin

Contar e escutar histórias é inspirar e expirar a experiência humana, é o profundo sopro da vida. A tecelã das noites, como era conhecida, mostrou com sua incomparável astúcia que somos mesmo sustentados por narrativas sem fim.

O conto-moldura das mil e uma noites é o fio que conduz o encontro sobre a potência das palavras e a força curadora da imaginação, sobre o papel político e poético da mulher.

Com textos teórico-poéticos, experimentações plásticas, artes visuais e narrativas, vamos tecer relações entre esse tesouro da literatura e o poder terapêutico das histórias.

Conteúdo: 

. Para acrescentar uma noite ao infinito: o tempo acima do tempo
. Cura, curiosidade e cultura: a vida conquistada por narrativas
. A mulher narradora:  estratégias do sensível e a revolução pela palavra e pela escuta
. As urgências absolutamente imperiosas: fome simbólica e crise da imaginação
. Erotismo: alivanhos entre o corpo, os sentidos e os fios da memória

Professores

  • ALL STAFF
  • SCHERAZADE E A PALAVRA ABSOLUTAMENTE IMPERIOSA

Comentários